Síntese do mês | Julho 2019

Eu tenho me motivado a escrever essa síntese ao final de cada mês para olhar o que foi feito, e assim planejar o que quero trazer para o próximo mês.

Julho foi um tempo difícil para mim. Eu precisei reconectar comigo mesma, gerenciar os acordos internos e fazer mudanças necessárias para minha saúde. Decidi que quero investir mais neste espaço, como uma extensão de trabalhos e iniciativas que já venho realizando. Há alguns anos quero dar um novo tom. Além disso, percebi que ter projetos pessoais me faz muito bem, como voltar a fotografar.

Como havia comentado no início de julho, Pivotar é preciso foi exatamente o que aconteceu: dei uma pausa ao mesmo tempo que revi possibilidades de fazer um giro. Ainda terá desdobramentos no restante do semestre. Como um curso que estou preparando de Competência em informação para área de psicologia. A previsão é que esteja disponível nos próximos meses.

Também tenho dedicado ao estudo de visualização de dados e ao design de informação. Além disso, me aproximei da técnica ThetaHealing e já comecei a provar os benefícios para minha qualidade de vida.

Quero destacar que eu apoio as práticas integrativas complementares. Vejo como promoção de saúde e prevenção de doenças e não como um substituto total de abordagens tradicionais.

Para definir esse mês, eu escolhi a foto de uma exposição que fui há alguns anos chamada Lágrimas de São Pedro.

Posso dizer que se aproxima de um banho de chuva. Lavou a minha alma para o restante do ano.

O que tivemos por aqui

No Journal club, eu trouxe o periódico Obesity Reviews, o livro em acesso aberto sobre a precarização do trabalho acadêmico, o mapeamento update e uma revisão sistemática de estratégias de sustentabilidade de intervenções. Também listei os Podcast preferidos do momento somente um científico. Em agosto tem mais 🙂

Na Série temática Fundamentos de Epidemiologia listei os periódicos que publicam estudos epidemiológicos .

Já as Fontes de informação, eu trouxe fontes temáticas do Serviço social, Filosofia, Medicina gráfica e o PubChem.

Na Competência em informação eu trouxe a plataforma online de comentários pós publicação, o PubPeer ainda é pouco usado no Brasil. Também um webinar que estimula o uso de fotos e histórias para utilizar em pesquisa

Em Recursos de aprendizagem destaquei a Wikiversity

No Diário de bordo eu citei 3 práticas para sair do ciclo vicioso de ruídos de informação e deixar a experiência ser como é , e assim, encerramos julho.

Eu deixo a música Sorte para celebrar esse mês.

Escrito por

Pesquisadora em mobilização de conhecimento, buscadora e curadora de informação, entusiasta em visualização de dados e gamer no Habitica, um jogo para gerenciar hábitos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s